Será?


Será que um dia acontecerá?

Abs

Luiz

Publicado em Filmes. Leave a Comment »

Fiat 147 o Lamborghini e o Porsche em um Racha


Clássica:

Abs

Luiz

Publicado em Filmes. 1 Comment »

Adrenalina – Dica de Filme


Adrenalina – Dica de Filme

Chev Chelios (Jason Statham) é um assassino profissional que deseja deixar o ramo de trabalho. Porém ele é envenenado com uma toxina chamada “Beijing Cocktail”, que afeta a glândula supra-renal. Esta glândula cuida da produção de adrenalina no organismo, com a toxina forçando a diminuição constante dos batimentos cardíacos até sua parada total. Com pouco tempo de vida, Chev decide partir atrás de vingança.

Comentários: Filme excelente. Nota 9,5. Forçado demais, e por isso, considero muito bom. O filme não tenta mostrar que o que acontece seria realidade, e desta forma, a maioria das cenas de ação (praticamente o filme todo) são forçadas. Mas é essa a intenção! Então, vale a pena botar a cerveja pra gelar e a pipoca pra estourar, sentar no sofar e mandar bala.

Obs: Caso você esteje assistindo o filme, e já tiver o Adrenalina Alta Voltagem, a probabilidade de você assistir o segundo logo em seguida é de 98%.

Abs

Luiz

Publicado em Filmes. Tags: . Leave a Comment »

Senna


Trailer do documentário que está para ser lançado, sobre um dos maiores esportistas da história:

Para relembrar os domingos de antigamente.

Abs

Luiz

Publicado em Filmes. Tags: . 2 Comments »

Máquina Mortífera – Dica de Filme


Dica de filme, pra mim, um dos maiores da história (até o terceiro):

Máquina Mortífera I

Um tira ensandecido (Mel Gibson), que está sempre no seu limite, e um outro tranquilo (Danny Glover), que espera apenas a sua aposentadoria chegar, tornam-se parceiros para lutar contra uma quadrilha de traficantes de drogas, composta por ex-militares da guerra do Vietnã.

Máquina Mortífera II

Dupla de policiais tenta combater um traficante de drogas que, por ser do corpo diplomático da África do Sul, usa sua imunidade para poder cometer seus crimes.

Máquina Mortífera III

Após provocarem a explosão de um prédio, os dois parceiros são rebaixados a guardas de rua, mas tem a chance de se recuperarem quando investigam um roubo de armas da polícia, que está sendo comandado por um ex-policial.

Pra mim, a série para no terceiro filme.

Atuações magníficas de Mel Gibson e Danny Glover, além de Joe Pesci e seu humor inconfundível.

Abs

Luiz

Rocky – Dica de Filme


Clássico dos Clássicos

Rocky é um filme norte-americano de 1976, do gênero drama de ação, escrito e estrelado por Sylvester Stallone, e dirigido por John G. Avildsen.

É o primeiro de uma série de seis filmes protagonizados pelo personagem Rocky Balboa. Os demais são Rocky 2 – A Revanche (1979), Rocky 3 – O Desafio Supremo (1982), Rocky 4 (1985), Rocky 5 (1990) e Rocky Balboa (2006).

O filme conta a história de Rocky, um boxeador da Filadélfia que nunca teve chance no esporte e se vê na contingência de exercer um trabalho paralelo como capanga de um agiota, mas que tem sua vida transformada ao receber do campeão peso-pesado Apollo Creed ou Apollo Doutrinador (BR) a oportunidade de disputar o título máximo do boxe.

Rocky é apresentado como um pequeno boxeador e coletor para um agiota. A competição pelo campeonato mundial de peso pesado está marcada para o dia de Ano Novo, 1976, o ano do bicentenário dos Estados Unidos. Quando o oponente do invicto campeão de peso pesado Apollo Creed se machuca, Creed apresenta a idéia de lutar com um lutador local da Filadélfia, e porque ele gosta do apelido Rocky, The Italian Stallion (o garanhão italiano), ele escolhe esse lutador desconhecido.

Para se preparar para a luta, Rocky treina com o ex-lutador Mickey Goldmill, enquanto o seu melhor amigo, Paulie, um trabalhador de frigorífico, o deixa praticar socos nas carcaças penduradas no freezer. Durante o treino, Rocky sai em encontro com a irmã quieta do Paulie, Adrian. Na noite anteiror à luta, Rocky confessa para Adrian que ele não espera derrotar Creed, e tudo que ele quer fazer é aguentar os 15 rounds contra ele (o número típico de rounds do boxe daquela época) Creed inicialmente não leva a luta à sério, mas Rocky inesperadamente derruba-o no primeiro round e a partida se torna intensa. A luta dura realmente 15 rounds, com cada lutador sofrendo grandes machucados. Depois da luta, Rocky chama por Adrian, que corre até o ringue. Enquanto Creed é anunciado como vencedor por uma decisão apertada, Adrian e Rocky se abraçam e declaram o amor um para o outro.

Principais Prêmios e Indicações

Oscar 1977 (EUA)

  • Venceu nas categoriasde melhor filme, melhor diretor e melhor edição.
  • Indicado nas categorias de melhor ator (Sylvester Stallone), melhor atriz (Talia Shire), melhor ator coadjuvante (Burt Young e Burgess Meredith), melhor roteiro original, melhor canção original (Gonna Fly Now) e melhor som.

Globo de Ouro 1977 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor filme – drama.
  • Indicado nas categorias de melhor diretor, melhor ator – drama (Sylvester Stallone), melhor atriz – drama (Talia Shire), melhor roteiro e melhor trilha sonora.

BAFTA 1978 (Reino Unido)

  • Indicado nas categorias de melhor filme, melhor diretor, melhor ator (Sylvester Stallone), melhor roteiro e melhor edição.

Prêmio David di Donatello 1977 (Itália)

  • Venceu na categoria de melhor ator estrangeiro (Sylvester Stallone).

Academia Japonesa de Cinema 1978 (Japão)

  • Venceu na categoria de melhor filme estrangeiro.

Prêmio NYFCC 1977 (New York Film Critics Circle Awards, EUA)

  • Venceu na categoria de melhor atriz coadjuvante (Talia Shire).

Curiosidades

  • Rocky, um lutador custou no total 1,1 milhão de dólares. A bilheteria do filme, apenas nos Estados Unidos, foi de aproximadamente 117,23 milhões de dólares ao longo dos anos.
  • Rocky, um lutador foi totalmente rodado em apenas 28 dias.
  • Na versão italiana do filme, a personagem Adrian, interpretada por Talia Shire, teve seu nome alterado para Adriana.
  • Sylvester Stallone escreveu o roteiro de Rocky, o lutador em apenas três dias, após assistir uma luta de boxe em que o desconhecido Chuck Wepner conseguiu inesperadamente agüentar os 15 rounds de uma luta com o campeão Muhammad Ali, inclusive chegando a derrubar Ali em um certo momento da luta.
  • Sylvester Stallone apenas concordou em vender o roteiro de Rocky, um lutador sob a condição de que ele mesmo interpretaria o personagem-título do filme. Os produtores chegaram a oferecer-lhe 150 mil dólares para que deixasse o ator Ryan O’Neal interpretar Rocky Balboa, mas Stallone recusou a oferta. Deste modo, os produtores concordaram que Stallone interpretasse Rocky Balboa desde que ele conseguisse que a produção do filme custasse menos de um milhão de dólares, quantia obtida com a hipoteca das próprias casas dos produtores do filme.
  • Nas sequências, o personagem Rocky acaba fugindo do perfil original para assumir o figurino do herói defensor dos valores norte-americanos, figurino que chegou ao extremo em Rocky IV (1985) em que o personagem disputa o título mundial contra o campeão soviético e todo o aparato repressor a sua volta. Outro personagem de Stallone, Rambo, seguiu trajetória parecida.
  • O filme pornô estrelado por Stallone no início de sua carreira se chamava Party at Kitty and Stud’s (algo como A festa de Kitty e Stud), no qual Stud era interpretado por Stallone e Kitty era sua namorada. O filme era explicito, porém após o sucesso de Stallone em Rocky, um Lutador, o filme foi rebatizado como The Italian Stallion (O Garanhão Italiano) e editado, cortando-se as cenas de sexo explícito para relançamento.

Simplesmente Clássico

Abs

Luiz

Publicado em Filmes. Tags: . Leave a Comment »

Charles Bronson – Dica de Filmes


Homenagem Póstuma ao Grande Mestre Charles Bronson

Charles Bronson, nome artístico de Charles Dennis Buchinsky, (Ehrenfeld, 3 de novembro de 1921 — Los Angeles, 30 de agosto de 2003) foi um ator americano.

Biografia

Filho de um mineiro lituano (de ascendência tártara lipka), Bronson cresceu na Pensilvânia sem falar uma palavra de inglês. Apesar de ter completado o segundo grau, era esperado que ele se juntasse ao pai e seus irmãos no trabalho em minas de carvão. Porém, foi no cinema que ele se projetou e, apesar da longa carreira, que teve início nos anos 50, somente ganhou popularidade na década de 1970. Nessa fase, ficou conhecido como “o homem de poucas palavras e muita ação”, pelas características de seus personagens.

Antes mesmo de participar qualquer filme, Bronson somente pôde conhecer o mundo, além do local onde cresceu, quando serviu no exército americano, durante a Segunda Guerra Mundial, dirigindo caminhões.

Bronson se casou com três mulheres: a primeira foi Harriet Tendler, com quem ficou casado de 1949 a 1967 e com quem teve dois filhos; a segunda foi a atriz Jill Ireland, de 5 de outubro de 1968 a 18 de maio de 1990, até a morte dela, e com quem teve uma filha; a terceira esposa foi Kim Weeks, e o casamento durou de 22 de dezembro de 1998 até a morte dele, em 2003. Bronson sofria do Mal de Alzheimer e morreu em conseqüência de uma pneumonia aos 81 anos.

Carreira no cinema

Bronson começou no cinema nos anos 1950, com filmes como You’re in the Navy Now (1951), e The People Against O’Hara (1951), sem ter seu nome creditado nos filmes. Quando ele começou a aparecer nos créditos, usava ainda o nome de nascimento (Buchinsky). Começou a assinar Bronson em 1954, a partir do filme Drum Beat.

Iniciou a fase de sucesso nos anos 1960. Apesar da relativamente pequena participação no filme Sete homens e um destino, ficou conhecido quando esse western passou a ser considerado um dos melhores da década. Depois de atuar em filmes de aventura como Robur, o conquistador, de 1961, Fugindo do Inferno (1963) e Os doze condenados, de 1967, Bronson foi para a Europa em 1968, onde atores de filmes de ação estavam obtendo melhores oportunidades. Neste ano, ele filmou Os canhões de San Sebastian, Era uma vez no oeste e Adeus, amigo, este último com Alain Delon. Seguiram-se O passageiro da chuva, de 1969, Os visitantes da noite, de 1970, Sol vermelho, de 1971, e nova parceria com o francês Delon, e O segredo da Cosa Nostra, de 1972.

Nos anos 1970, Bronson voltaria aos Estados Unidos e faria sucesso como o maior astro dos filmes de ação. Seu primeiro grande filme nesse nova fase foi Assassino a preço fixo, de 1972, no qual interpretou um assassino profissional. Mas, o maior “empurrão” em sua carreira foi com o clássico Desejo de matar, de 1974, que o consagrou na pele de “Paul Kersey”, um pacato arquiteto da cidade de Nova Iorque, que tem sua mulher morta e sua filha estuprada por três bandidos e passa a agir como um “vigilante”, perseguindo os criminosos nas ruas à noite.

Desejo de matar teve mais quatro seqüências: Desejo de matar 2 (1982), Desejo de matar 3 (1985), Desejo de matar 4 (1987) e Desejo de matar 5 (1994).

Filmografia

  • You’re in the Navy Now (1951) (não creditado)
  • The People Against O’Hara (1951) (não creditado)
  • The Mob (1951) (não creditado)
  • The Marrying Kind (1952) (não creditado)
  • My Six Convicts (1952) (não creditado)
  • Pat and Mike (1952) (como Charles Buchinsky)
  • Red Skies of Montana (1952) (não creditado)
  • Diplomatic Courier (1952) (não creditado)
  • Bloodhounds of Broadway (1952) (não creditado)
  • The Clown (1952) (não creditado)
  • Battle Zone (1952) (não creditado)
  • Off Limits (1953) (não creditado)
  • Torpedo Alley (1953) (não creditado)
  • House of Wax (1953)
  • Miss Sadie Thompson (1953)
  • Crime Wave (1954)
  • Tennessee Champ (1954)
  • Riding Shotgun (1954)
  • Apache (1954)
  • Vera Cruz (1954)
  • Drumbeat (1954)
  • Big House USA (1955)
  • Target Zero (1955)
  • Jubal (1956)
  • Run of the Arrow (1957)
  • Gang War (1958)
  • Machine-Gun Kelly (1958)
  • Showdown At Boot Hill (1958)
  • When Hell Broke Loose (1958)
  • Never So Few (1959)
  • The Magnificent Seven (1960)
  • Master of the World (1961)
  • A Thunder of Drums (1961)
  • X-15 (1961)
  • Kid Galahad (1962)
  • The Great Escape (1963)
  • 4 for Texas (1963)
  • Battle of the Bulge (1965)
  • The Sandpiper (1965)
  • This Property Is Condemned (1966)
  • The Dirty Dozen (1967)
  • Guns for San Sebastian (1967)
  • Honor Among Thieves (1968)
  • Villa Rides (1968)
  • Once Upon a Time in the West (1968)
  • Lola (1969)
  • Rider on the Rain (1969)
  • Twinky (1969)
  • You Can’t Win ‘em All (1970)
  • Violent City (1970)
  • Cold Sweat (1970)
  • Someone Behind the Door (1971)
  • Red Sun (1971)
  • Chato’s Land (1971)
  • The Valachi Papers (1972)
  • The Mechanic (1972)
  • The Stone Killer (1973)
  • Chino (1973)
  • Mr. Majestyk (1974)
  • Death Wish (1974)
  • Breakout (1975)
  • Breakheart Pass (1975)
  • Hard Times (1975)
  • From Noon Till Three (1976)
  • St. Ives (1976)
  • Raid On Entebbe (1976)
  • Telefon (1977)
  • The White Buffalo (1977)
  • Love and Bullets (1978)
  • Caboblanco (1979)
  • Borderline (1980)
  • Death Hunt (1981)
  • Death Wish II (1982)
  • 10 to Midnight (1983)
  • The Evil That Men Do (1984)
  • Death Wish 3 (1985)
  • Murphy’s Law (1986)
  • Assassination (1987)
  • Death Wish 4: The Crackdown (1987)
  • Messenger of Death (1988)
  • Kinjite: Forbidden Subjects (1988)
  • The Indian Runner (1991)
  • Death Wish V: The Face of Death (1994)

Filmes para a televisão

  • This Rugged Land (1962)
  • Guns of Diablo (1964)
  • Luke and The Tenderfoot (1965)
  • The Meanest Men in the West (1967)
  • The Bull of the West (1971)
  • Raid On Entebbe (1976)
  • Act of Vengeance (1985)
  • Yes Virginia, There Is a Santa Claus (1991)
  • Donato and Daughter (1993)
  • The Sea Wolf (1993)
  • A Family of Cops (1995)
  • Breach of Faith: A Family of Cops 2 (1997)
  • Family of Cops 3 (1999)

Salve o Grande Mestre!

Abs

Luiz