5 itens essenciais para contratar um outsourcing de impressão


O outsourcing já é há tempos uma alternativa cada vez mais viável para empresas que contam com grande volume de impressão. É um modelo em que o contratante paga pelo que usa e mantém sua infraestrutura com o que há de mais moderno, sem precisar gastar com aparelhos que ficam obsoletos em pouco tempo. Entretanto, não basta escolher qualquer prestadora para terceirizar o serviço, é importante assegurar que a empresa atenda a alguns pontos fundamentais para que o outsourcing seja realmente vantajoso. Vejamos:

Infraestrutura – O outsourcing explodiu nos últimos anos. Mas, para fornecer um serviço de qualidade, é fundamental contar com infraestrutura, com equipamentos de tecnologia de ponta, além de laboratório e assistência técnica qualificada, e não apenas uma garagem. Uma visita para conhecer as instalações da empresa é essencial.

Assistência técnica qualificada – “Especialistas” que não dominam sua área existem em todos os lugares. O serviço prestado por maus profissionais resultam em problemas e aborrecimentos. A fornecedora deve contar com técnicos treinados e credenciados pelos fabricantes, que entendam a necessidade de cada cliente, conheçam cada componente das máquinas e resolvam problemas com agilidade, garantindo a produtividade da empresa.

Suprimentos originais – Um carro não deve ser abastecido em qualquer posto, pois uma gasolina adulterada fatalmente prejudica os componentes do veículo. Com equipamentos de impressão é a mesma coisa. Toners alternativos e suprimentos de má qualidade comprometem a qualidade da impressão e o funcionamento dos aparelhos. A utilização de produtos originais garante a qualidade do serviço por um longo período.

Soluções integradas – Que tal se, além de imprimir, for possível contar com soluções de digitalização e arquivamento na nuvem, com relatórios de acesso às pastas e permissão para impressão? Optar por empresas que ofereçam serviços que podem ser realmente úteis para aumentar a produtividade e segurança faz a diferença.

Custo-benefício – Com a qualidade certificada, basta calcular preço de equipamentos, o quanto de papel e suprimento são utilizados e qual seria o valor gasto se tudo isso fosse comprado, além de frete e suporte técnico, frente à quantia investida mensalmente em outsourcing. Certamente, a terceirização dos serviços será a melhor opção.

(*) Rodrigo Reis é Diretor Comercial e Sócio da Reis Office

Fonte: CIO

Abs

Luiz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: