Virtualização: 5 dicas para modernizar seu Data Center


Com a busca constante por tecnologias unificadas que agreguem e ofereçam negócios interconectados, a virtualização tornou-se uma necessidade para as empresas, sejam elas grandes ou pequenas. As vantagens são muitas, como a redução de custos, seguindo pela consolidação de ambientes; menor consumo de energia; melhor aproveitamento do espaço físico e a diminuição dos ativos de rede.

Mas para isso ocorrer é necessário um software que ofereça 100% de disponibilidade no Data Center, possibilitando que os seus clientes, parceiros e fornecedores tenham acesso às informações e aplicativos a qualquer momento, via qualquer tipo de dispositivo, sem tolerância a tempo de inatividade ou a perda de dados.

Preenchemos essa lacuna aproveitando as capacidades do Data Center Moderno, que inclui a virtualização, integração de novo armazenamento e recursos de nuvem, para oferecer cinco capacidades essenciais que, por sua vez, permitem um objetivo de tempo e de pontos de recuperação (RTPO) de menos de 15 minutos para a maioria das cargas de trabalho, preenchendo a lacuna de disponibilidade e permitindo negócios em operação constante.

A virtualização permite à empresa economizar dinheiro, tempo e esforço – o que, no final, pode fazer seus clientes muito felizes. Algumas dicas são essenciais para as empresas que estão considerando a virtualização.

1)  Controle o ciclo de vida de cada VM
É extremamente importante manter o controle de cada uma das máquinas virtuais (VMs), desde o “nascimento” até a “morte”. Você deve sempre saber o quão grande essas VMs tornaram-se e a quantidade de tráfego que recebem. É muito comum “definir e esquecer” a VM, mas isso é um erro grave e pode gerar graves problemas.

2) Defina o tamanho do disco que será utilizado na VM

Sim, você vai precisar para se certificar de que fez o planejamento necessário para assegurar que a máquina host tem espaço suficiente para acomodar as VMs. O tempo investido, definitivamente, vale a pena o tempo investido e melhora o desempenho.

3) Crie modelos de máquina virtual para facilitar a implantação
Se você sabe que vai querer implantar VMs com base em configurações ou necessidades específicas, crie um conjunto de modelos para que a implantação dessas máquinas seja o mais eficiente possível. Economia de tempo é dinheiro no banco para você e para o cliente.

4) Mantenha seu sistema host atualizado sempre
A última coisa que você precisa é ter suas VMs hospedadas em uma máquina vulnerável, a ameaça de perda é significativamente maior. Devido a isso, é importante sempre certificar-se que o sistema host é seguro.

5) Lembre-se de proteger seus dados
A virtualização permitiu uma revolução nesta área, e hoje entregar níveis de disponibilidade e proteção antes restritos a sistema de missão críticas (algo como 5% do total de sistemas mantidos pela área de TI) estão mais próximos e disponíveis agora para a maioria dos sistemas. Backups em nível de imagem e replicação das VM facilitam a recuperação quase que instantânea das mesmas, permitindo RTPOs como mencionado anteriormente inferiores a 15 minutos.

 

(*) Ricardo Apud é country manager da Veeam no Brasil

Fonte : CIO 

Abs

Luiz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: