ITIL e o processo de Gerenciamento de Relacionamento com o negócio


Olá Caro leitor! Vamos falar hoje sobre um processo inserido na revisão 2011 da versão 3 do ITIL, e faz parte do estágio de estratégia do serviço:  o gerenciamento de relacionamento com o negócio. Antes desta release, este processo era uma atividade dentro do gerenciamento de nível de serviço, mas agora tem uma abordagem muito mais ampla.
O processo de gestão de relacionamento com o negócio tem o objetivo de manter o relacionamento entre o provedor de serviços e o cliente nos níveis estratégicos e táticos. O propósito é assegurar que o provedor de serviços entenda continuamente as (novas) necessidades e requisitos do negócio, de maneira que o provedor de serviços entregue o que o negócio precisa. Outros objetivos:
  • Manter a proximidade com o cliente
  • Verificar novas oportunidades
  • Resolver situações pro-ativamente antes que virem crise
  • Alinhar expectativas.
  • Gerenciar reclamações
  • Escalar e acompanhar a solução de incidentes junto ao service desk que não estejam sendo tratados conforme a expectativa do cliente.
Esta abordagem de relacionamento vale tanto para provedores de serviços internos quanto externos. No caso de uma TI interna, geralmente este relacionamento será feito entre a gerência de TI (ou alguém por ele designado) e o responsável (gerente) de cada área de negócio. No caso de uma TI externa, será feito entre um representante do fornecedor de serviços e o contato principal no cliente. É muito importante que o relacionamento seja feito com a pessoa certa, com quem tem autoridade para tomada de decisão. No caso do provedor de serviços, a pessoa designada para realizar este trabalho é geralmente o gerente de contas ou de relacionamento.
Este “relacionamento” é feito através de reuniões periódicas onde o provedor de serviços reporta indicadores, SLAs, incidentes ocorridos, gestão de capacidade, uso dos serviços entre outras informações que apontem situações ocorridas, cumprimento de metas e pontos de atenção futuros que necessitam de uma ação. É uma ótima oportunidade para escutar o cliente também. Este trabalho tende a aumentar a satisfação do cliente com os serviços providos, pois a apresentação de indicadores torna o serviço mais “palpável” e traz uma racionalidade para a construção desta percepção sobre a qualidade entregue. Geralmente esta percepção fica muito na área operacional, não subindo para os níveis táticos e estratégicos. Fazer relacionamento faz com que os níveis superiores também tenham informações e suas opiniões sobre o desempenho do provedor de serviços.
Fazendo um resumo, nos preocupamos muito com a entrega (e temos que nos preocupar mesmo, pois somos pagos para isso!), porém, é necessário dar atenção ao relacionamento com o cliente, e que isto vá além do service desk, para que a parceria seja duradoura.
Bom pessoal, o ITIL traz uma descrição bem detalhada sobre este processo, mas procurei fazer um resumo geral para um melhor entendimento. Espero ter ajudado para o entendimento no assunto.
Um grande abraço e até a próxima!
Abs
Luiz
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: