BYOD está certo ou errado para a sua empresa?


À medida que os negócios se tornam mais móveis, tablets e smartphones estão exercendo uma função ativa na mudança de tecnologia. BYOD (traga seu próprio dispositivo), em que os funcionários usam seus próprios dispositivos pessoais para concluir tarefas de trabalho, está se tornando uma prática comum, às vezes aprovada e às vezes despercebida. É inevitável que as pessoas desejarão consolidar dispositivos e tornar o trabalho o mais fácil possível, mas pode um tablet ou um smartphone ser realmente usado como sua ferramenta de computação principal?

BYOD: certo ou um risco?
Para trabalhadores que precisam estar em trânsito, smartphones e tablets podem realmente aumentar sua eficiência geral. A produtividade do funcionário aumenta e, dessa forma, os orçamentos também. Mas antes que você possa colher esses benefícios, existem alguns riscos e considerações a serem reconhecidos, especialmente quando os funcionários estão usando seus próprios smartphones e tablets, em vez dos fornecidos pela sua equipe de TI:

  • Variedade de dispositivos: Há um enorme menu de sistemas operacionais e opções de hardware, o que dificulta para a TI o foco na proteção de uma única plataforma.
  • Firmware desatualizado: Muitos consumidores geralmente não mantêm o firmware atualizado, o que desabilita a operação básica e outras funções do dispositivo.
  • Autenticação de rede: Dispositivos pessoais perdidos ou atualizados ainda terão informações potencialmente confidenciais da empresa que não deverão circular por aí.
  • Problemas de mobilidade: Tablets e smartphones são suscetíveis a perda ou roubo e podem ser caros para substituir.
  • Uso indevido de plano de dados: Ao se adicionar tablets aos orçamentos, os custos dos planos de dados são em geral esquecidos. A maioria dos usuários irá além de seu plano e em geral é com uso pessoal (por exemplo, filmes ou navegação na Internet).

Como reduzir esses riscos
Conscientizando os funcionários sobre esses problemas, você já estará ajudando a sua empresa. Algumas formas de reduzir de maneira geral esses riscos são:

  • Acompanhar as atualizações de dispositivos disponíveis e incentivar os funcionários a fazerem o mesmo. Explicar os riscos de perda de dados podem significar uma “cutucada” nos seus funcionários para que também fiquem atentos a isso.
  • Limpar os dados nos dispositivos que não são mais sincronizados com os recursos da empresa.
  • Manter senhas no seu dispositivo sempre que possível.
  • Incluir os custos de plano de dados no orçamento do tablet. Você pode também vincular um tablet ao seu celular para compartilhar o uso. Isso pode ser feito ativando o “ponto de acesso” do seu celular, o que permite compartilhar seu plano de dados com os dispositivos ao seu redor.
  • Por fim, veja como implantar corretamente um plano de smartphone/tablet para que seus funcionários não trabalhem a partir de seus próprios dispositivos. Pode parecer uma tarefa difícil, mas, no longo prazo, você impedirá o excesso de riscos, e os funcionários estarão mais contentes usando dispositivos mais novos.

Se você acha que a recompensa para a empresa por usar um tablet ou smartphone supera os riscos, saiba que muitos pensam igual a você. A tecnologia está avançando em um ritmo acelerado, e os dispositivos de computação móvel são a próxima fase. Para tomar a decisão certa, você precisa primeiro entender todas as informações sobre BYOD e elaborar um plano que garanta que seus trabalhadores móveis estejam praticando computação segura, mesmo em trânsito.

Fonte: HP

Abs

Luiz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: