Três questões que a nuvem não pode resolver para você


Cloud computing é um passo na direção certa para muitas empresas e agências governamentais, com fortes padrões de sucesso que demonstram o seu valor. Mas dado o exagero nos dias de hoje, você acha que a nuvem pode fazer tudo. Não é bem assim.

Vale a pena rever a lista de problemas de TI que ela “não pode consertar” antes de começar a sua jornada em direção à nuvem.

1. A computação em nuvem não vai resolver o design da aplicação ruim

Algumas pessoas acreditam que portar aplicativos para a nuvem automaticamente corrige deficiências de projeto de programação. Isso é parcialmente correto. A capacidade das plataformas de nuvem “de mascarar aplicativos ineficientes significa que o comportamento e o desempenho desses aplicativos pode melhorar na nuvem, mas suas ineficiências vão aparecer na conta de seu provedor de nuvem, devido ao consumo excessivo de recursos.

Certifique-se de corrigir eventuais problemas com o design do aplicativo que você porta para a nuvem. Isto inclui a experiência do usuário, o banco de dados, e a eficiência de todo o código subjacente.

2. A computação em nuvem não vai eliminar silos – pode até mesmo criá-los

As organizações de TI que sempre tentam quebrar os depósitos de dados, processos e serviços podem achar que o uso de serviços de computação em nuvem (seja ela pública, privada ou híbrida) podem movê-los na direcção oposta.

As organizações que usam a computação em nuvem tipicamente criam novos itens que vivem nas nuvens. Assim, eles se tornam depósitos de dados, serviços e processos que têm de ser integrados aos demais sistemas. Não é um grande problema se você fizer planejamento avançado, mas a maioria das organizações lida com esta questão como uma reflexão tardia.

3. A computação em nuvem não vai reduzir o número de empregados

Muitas vezes ouvi que o movimento para a computação em nuvem iria “normalizar” (melhor seria dizer “reduzir”) o número de recursos humanos necessários para manter os sistemas de negócio. No entanto, as implantações de nuvens são sistemas, e eles precisam de pessoas para monitorá-los durante a produção.

Se sua decisão for realmente a de migrar os sistemas para a nuvem, talvez você vá precisar de menos empregados para mantê-los. No entanto, a tendência tem sido construir novos sistemas nas plataformas emergente de cloud computing. O que tem feito a necessidade de recursos humanos aumentar. Afinal, você está fazendo mais.

Nenhuma dessas razões vai atrasar ou evitar implantações em nuvem, mas elas podem alertar para os buracos de coelho escondidos nelas.

Fonte: CIO

Abs

Luiz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: